quinta-feira, junho 29, 2006

Dilema

Ontem jantei com os meus amigos espanhóis.
O Oscar é meu amigo já há algum tempo, conheço-o já há alguns anos, e parece que vai sobrevivendo às mutações na minha vida. Sempre que podemos tomamos um cafézinho para por a conversa em dia.
O Carlos é novo. Conheço-o mal, mas pelos vistos vou conhecer melhor, no entanto tenho um dilema, estou cansada de conhecer estrangeiros. Eles vêm aqui, passam cá uma temporada, fazem as malas e vão-se embora. E eu fico. Fico com as minhas saudades, com as conversas que queria ter mas não tenho. Fico e eles vão.
É por isso que por muito que eu goste deles, neste momento estou a tentar proteger-me, para ver se o meu coração sobrevive e no entanto, gosto da vida que os estrangeiros proporcionam, as diferenças de mentalidade e de visão. Ai, que dilemas que para aqui andam...

7 comentários:

Arthur disse...

Não te protejas

segue o coração, e a impulsividade, se consguires

os momentos podem ou não ser bons, mesmo se não tiverem continuidade, por isso aproveita enquanto eles cá estão, amanhã já podem ter viajado

marta disse...

Penso da mesma forma q o Arthur!
Enquanto te tentas proteger, deixas simplesmente de viver com medo de sofrer! Então e deixando de viver, deixando de fazer o q gostas, com quem gostas,deixando de fazer o q te faz sentir bem, n estarás a sofrer na mesma? Parece-me q sim...
As coisas n valem pelo tempo q duram, mas pela intensidade com que acontecem, já dizia o poeta...:)
beijoca

Anónimo disse...

La vida se mide por los momentos en los que nos quedamos sin aliento, sin respiración ....
Y esos son tanto buenos como malos y para lograrlos:SE TU MISMA!!!!

No dejes que nadie ni nada te lo impida!

O teu novo amigo CARLOS

Maríita disse...

Carlos,
Que ilusión tenerte por aqui! Ahora ya sabes de lo que te hablaba antes...

LoiS disse...

Tou com a Marie!
Apostar na felicidade e não no sofrimento !

Nelita disse...

Nada hj tem k ser como foi ontem...
Não vivas fantasmas passados...
protege-te qb , mas n t protejas demais (diz o roto ao nu) mas...
bjitoooooooooooo

Andorinha disse...

Ó Maria João filha!! Mas TU GOSTAS!!! Já uma vez falamos sobre isso, e TU GOSTAS!!! Eu cá é os que vão caindo na sopa, e o que faço é aproveitar enqto cá estão, apresentar-lhes a maior parte de pessoas que consiga e levá-los a tudo menos visitas turísticas (SE SUBO MAIS UMA VEZ À TORRE DE BELÉM GRITO!!!!), e deixá-los aproveitar a grande amabilidade dos portugueses para conhecerem mais pessoas e mais coisas pelas mãos de outras pessoas e si próprios também. Vão embora, morro de saudades, deixo de os ver todos os dias, mas dou uns saltinhos a Espanha, entre outros, e aproveito pra ser super mimada, e estruchar con toda la gana! De vez em quando a minha conta telefónica tb estoura e tal... pa, mas há que aproveitar as pessoas que a vida trás até nós! Un dia de cada vez, y sin pensar negativo, pero si positivo!!