segunda-feira, maio 28, 2007

Sem palavras

Existe muita gente que tem demonstrado preocupação pelo meu estado de saúde, queria agradecer-lhes muito o cuidado. Mas também existem aqueles que, falando comigo todos os dias, me massacram com perguntas do tipo:
- Então já estás bem?
- Ainda estás de baixa?
- Porque é que não mudas de médico?
- Porque é que não mudas de medicamentos?
- Porque é que ainda tens febre?
Um rol de perguntas cujas respostas tento dar com a maior educação possível. Hoje senti-me de tal forma acossada que me limitei a desligar o messenger e ir ler um livro. Estas pessoas, pseudo bem intencionadas, perguntam, indagam, espremem e chateiam-me. Se querem saber que doença é que eu tenho, perguntem e depois leiam a literatura disponível na internet, mas não me chateiem mais, já tenho o suficiente entre mãos sem ajudinhas bem intencionadas. Quando eu estiver bem, serei a primeira pessoa a gritá-lo aos 4 ventos.


8 comentários:

Tongzhi disse...

Como eu te compreendo...
Beijos!

Sofia disse...

Compreendo e continuo na torcida que em breve ( e no tempo certo ) possamos ouvir o seu grito ;)
Enquanto isso, se te apetecer conversar, sabe onde me encontar !
Abraços,

LoiS disse...

Não te irrites, não vale a pena!
As melhoras miúda!

Breaking the waves disse...

Bom dia Maríita!
Que hoje seja melhor que ontem...

Beijinhos

Capitão-Mor disse...

Por vezes esses comentários e perguntas não são maldosas. São resultado da ignorância das pessoas em relação a assuntos clínicos.
Mas é por essas e por outras que o meu blogue quase não fala de assuntos pessoais...

Maríita disse...

Tonghzi,
Eu sei que me compreendes.
Beijinhos

Sofia,
Muita gente não sabe respeitar o outro. Eu sei como te encontrar, e sei que posso contar com a tua amizade.

Lois,
Irrito-me sempre, é por isso que sou inconformada.

Breaking,
Estou na mesma como a lesma, mas divertida com o teu gato dentro da piscina.

Capitão,
Este interrogatório a que fui sujeita não foi de nenhum dos visitantes habituais aqui do estaminé. Aliás, os bloggers são muito respeitadores da minha pessoa.

Beijinhos a todos

leao_xxi disse...

Ás vezes, mais vale estarem calados...nós estamos todos a torcer por ti...as melhoras, uma grande beijoca

eumesma disse...

Tens que ter paciência , nina, e teres mais calma...

As pessoas por vezes tornam-se chatinhas e falam daquilo que não sabem, emitem todo o tipo de opiniões para o ar, e isso irrita quem está doente...
Mas tens que ver que o fazem (apesar de ser uma maneira menos correcto) por bem, e que se preocupam ctg, com certeza...

Portanto, take it easy, e as melhoras!

Beijoka