terça-feira, maio 15, 2007

Obrigada

porque mesmo com três horas de sono, braços magoados de tansportar a preciosa carga e muito trabalho, arranjaste tempo para me vires ver, para me dares os teus livros, para me dares o ânimo que preciso para combater este meu inimigo de estimação e tudo, com o carinho que te caracteriza.

9 comentários:

Breaking the Waves disse...

Isso é que é amizade!!!!

Sim este mundo é mesmo incrível! Maria Amália pelos vistos o nosso velhinho liceu! Querem lá ver que ainda nos cruzámos por aqueles corredores imensos??

Beijinhos

Carapaus com Chantilly disse...

;) A amizade tem dessas coisas.

Capitão-Mor disse...

Uma espécie de pré-lançamento! :)

Sofia disse...

Isso é a verdadeira amizade !!
( e se fizeram isso, é porque de fato você merece !!! )

Abraços

Luís Graça disse...

Não tens nada que agradecer.
Eu é que fiquei muito triste por te ver doentinha e não poder fazer nada. E ainda estive para lá a lamuriar-me.

Por acaso a tarde foi gira.
Parecia um Rali Paper, com o meu amigo.
Ele também com os sonos todos trocados.
Dois "zombies".
De tal modo que saí de casa com o triplo dos livros que devia ter levado. Somei os livros todos que queria dar e resolvi multiplicar por três, quando já estavam todos contabilizados!

Ocupava a parte de trás do jeep. Mas nas curvas ainda houve pacotes a cair. O banco todo chegado à frente e eu quase sem me poder mexer.

Depois era assim: 1ª estação --- "Os meus livros", Joaquim António de Aguiar. Salta do jeep e o JP vai procurar lugar perto do Méridien.
Entrega livros na Redacção de "Os meus livros", atravessa a estrada e começa à procura do jeep. Telemóvel "Onde é que estás?", descobre o jeep, salta lá para dentro "Onde é que é a próxima?", segue para bingo.

Vai buscar Tibi, Miraflores, "Magazine Artes". Perguntar a um taxista onde é que é a Rua General Ferreira Martins.
Saio. Confirmo o número do prédio, o JP leva o jeep.
Entrego os livros (recebo em troca "Chiasco", da autoria do director Pedro Teixeira Neves, poesia editada na Quasi --- chiasco é um vento, já agora, eu também não sabia), venho para a rua, perco o JP.
Estava num restaurante, tinha pedido dois bitoques.
Telemóvel "Já me estás a ver? Eu estou-te a ver".

Bitoques. Meter gasosa. Ala para Oeiras, onde estão "Visão", "JL", "FHM", "Expresso".
Nem me tinha lembrado do "Expresso". Uma das seguranças simpatizou comigo e meteu uma "cunha" a uma senhora do "Expresso" que veio buscar uma coisa à recepção.
--- Este senhor gostava de colaborar no Expresso.
E eu a pensar: "Pois. Hei-de ter muita sorte. Era mesmo assim".
Mas foi uma atitude simpática.

E a história continuava por aí fora, com bichas de trânsito e nós os dois tipo "zombies", já à nora, sempre a consultar o "road book" dos sítios onde entregar os livros.

Hoje foi dia de andar a sprintar a pé,no "CM", "Público", "24 horas" e JOGO. Jogo? Sim, mando livros para os meus ex-colegas do Porto. Segue na mala.

Bem, o melhor é ir dormir. Mas já está calor como o caraças.

Nos últimos dias tenho sido escritor/estivador.

Breaking the waves disse...

Ora hoje é 5ª, 17/Maio...
Como não consigo colocar ali ao lado, nas conversas inconformadas uma mensagem (acesso bloqueado a tudo o que é mensagem instantânea)...
Dizia eu... Se não me falha a memória PARABÈNS!!!!!
E já agora rápidas melhoras!

Beijinhos directamente da Ilha!!! Que passes um excelente dia!!

:)

Pandora disse...

Olá, fazes anos hoje?

Então parabéns e um bom dia para ti. Espero que estejas melhor!

beijinhoo

Maríita disse...

O meu aniversário não é hoje, só no dia 20 de Maio.

Beijinhos

Breaking the waves disse...

ops....