domingo, setembro 24, 2006

Iberismo

Numa época em que cada vez mais se fala de União Ibérica, e com a visita do Presidente Cavaco Silva a Madrid a começar já amanhã, queria pedir a vossa atenção para um momento de ilusão conjunta.
Em primeiro lugar quero deixar bem claro que não sou minimamente a favor da União Ibérica nem de qualquer tipo de integração com Espanha, vivi lá e de lá me vim embora com felicidade. Gosto de Espanha, mas amo Portugal.
No entanto, e tendo em atenção que 25% dos portugueses, achava uma boa ideia uma união com o país vizinho, proponho uma ideia alternativa. Mantemos Portugal independente, mas trocamos os nossos governos. Sim, leram muito bem, mandamos o Sócrates e sus muchachos para Espanha e gramamos cá com o Zapatero, honestamente preferia o Aznar porque faz bem ao ego ouvir todos os dias "Portugal va bien", mas não me vou fazer de esquisita.
Obviamente que o Sócrates indo para Espanha teria que governar aquele país, com as suas autonomias e "Estatuts" e resolver o problema da ETA. Por cá, o Zapatero tinha que resolver a questão económica e financeira do país, não quero que ele se intrometa em nenhuma outra área, acho que damos conta do resto sozinhos.
E o resultado meus amigos? Digam-me vocês qual é que acham que seria.

6 comentários:

LoiS disse...

Sou Iberista, n o escondo, mas também aceito que os nuetros hermanos n nos queiram para nada!

Mas onde foste desencantar esse ZAPATERO ??? esse tipo é uma nódoa, acredita, ficamos melhor servidos com o filósofo !!!!

Alentejano disse...

Juntor POrtugal a Espanha não, por mim juntava à Suécia .. As Suecas são todas boas.


Beijinho.

asdrubal tudo bem disse...

duvido um bocado desses 25% mas convém lembrar que espanha, antes do nosso 25 de abril era um país miserável (tudo bem que tinham tido uma guerra civil) e em tudo atrasado em relação a nós , nós com o 25 de abril ganhámos a liberdade mas por outro lado perdeu-se a vergonha e daí passou-se a um bando de aldrabões e de oportunistas.

Lígia disse...

nahhhh. De Espanha nem bom vento nem bom casamento como diziam os nossos antepassados e muito bem! não gosto da ideia, mas gostava de ver o socrates a governar Espanha lol

Ferreira Martins, Conde de Piornos disse...

Hoje em dia, em Madrid, o panorama é o seguinte:

- a economia espanhola está a desacelerar a olhos vistos e fala-se já numa recessãozeca a curto prazo;
- o sector imobiliário, até agora parte de leão nestas coisas da economia, está prestes a dar o berro tais são os valores que por cá se pedem por m2;
- as grandes empresas espanholas estão a ser Opadas por grandes consórcios multinacionais, destruindo o mito das grandes empresas nacionais de Aznar;
- toda a gente já está a ver a iminência do fecho da torneira dos fundos comunitários, o que já está a converter alguns espanhóis que são os campeões mundiais do espírito federalista europeu em euro-cépticos;
- a governação de Zapatero só não é motivo de pândega gargalhar diária porque os espanhóis quando toca a dizer mal deles não têm grande sentido de humor;
- O Real Madrid arrisca-se a não fazer nada de jeito este ano, o que para o orgulho castelhano é uma machadada maior do que ser invadido por franceses;
- A ETA veio novamente declarar que, apesar do cessar fogo assinado com o governo por debaixo da mesa, não renuncia à luta armada;
- ...

Quando se pergunta aos portugueses se eles querem ser espanhóis há uns engraçadinhos que gostam de reponder que sim só para provocar os verdaediros portugueses e com o fito nos tais 200 Euricos a mais no final do mês, mas esquecem-se de que a Guerra das Laranjas foi à pouco mais de duzentos anos...

LoiS disse...

Ó tempo, volta pra´trás !