sexta-feira, junho 02, 2006

Hoje é dia de...

Carlos Santana e Roger Waters...


Weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!!!!

24 comentários:

LoiS disse...

Nesse antro de perdição onde 80 % dos funcionários e 85 % do público assistente é originário do Brasil!

O próximo Rock In Rio terá Forró e Samba apenas !

Maríita disse...

Eu nem te respondo, isso já parece como o outro que nem sabia quem era Roger Waters.
Na assistência, tuas conhecidas vamos estar a Marta e eu, e que não conheces, o meu irmão.
Vai-te tratar!

LoiS disse...

Teu irmão, alguém que se aproveite ao menos - LOL

Não o estou é a ver a dançar o Forró, antes Flamenco!

Divirtam-se

Com inveja ;)))))))))))
LoiS

Maríita disse...

Vou-te rifar sabias? Irra que mau feitio que tens! E ainda queres que vá contigo aos Depeche Mode?! Incrível!

marta disse...

Fessssssssssstaaaaaaaaaaaa! Weeeeeeeeeeeeeeee!!!!!!!!!!!!
Se visses Roger Waters nem querias outra coisa!Até abrias a boquinha várias vezes! ehhh O homem é o unico artista que vai tocar o concerto na integra no Rock in Rio! E o meu irmão tb vai! :)
N fiques com inveja, podes vir tb, vão lá estar uns milhares! :)))

Issima disse...

... tu desculpa, querida... mas esses senhores trarão os desfrebilhadores para algum ressucitanço mais urgente em palco??? : )))))


(de RW - que não o robbie williams - não gosto particularmnete, mas gosto bastante de santana...)

Maríita disse...

LOL, Divorciada, tens razão, até porque o Roger Waters vai iniciar a tourné em Lisboa, pode ser uma boa ideia ter a equipa de prevenção. Mas, aqui entre nós, confessa que não pensas o mesmo quando se fala do Mick Jagger e no entanto, andam ela por ela...

Andorinha disse...

Have fun!!!!

Schmeichel disse...

Confesso que não perco tempo a ouvir o que tanto o Roger Waters como o Carlos Santana têm feito ultimamente.

Mas para quem não sabe, o Roger Waters vai tocar algumas coisas dele e dos Pink Floyd, e a cereja no topo do bolo é que vai tocar na íntegra o mítico "Dark Side of The Moon" (pelo menos foi o que li algures). E como ele também costuma ter concertos super-produzidos... pode ser que até seja engraçado.

Os Depeche Mode são Grandes, Maria! Basta ouvir algumas coisas antigas deles para ver como são, ou pelo menos foram, visionários e influenciaram o som da actualidade. As evidências surgem-nos todos os dias, assim estejamos atentos. Além disso têm estilo, carisma, sensualidade,... Grande Banda! E olha que eu nem lhes ligava grande importância até há não muito tempo os ter (re)descoberto.

Ah, e vi o concerto do Depeche Mode no Pav. Atlântico e - se não que tão bom como alguns do passado - o palco esteve mais uma vez deslumbrante. Ou não tivesse a chancela de qualidade super do Anton Corbijn! A música, essa, continua em alto nível.

Arthur disse...

Bom concerto Maria

aproveita que o Roger ja está a ficar velhote e pode ser que não volte

marta disse...

Eu já vi Roger Waters no Pav Atlântico e foi muito bom, bem ao nível dos Pink Floyd, que vi em Alvalade há já alguns anitos. Este concerto deverá ser prometedor, temos Dark Side on The Moon e muitos temas compostos para os Pink Floyd,li no expresso!

Mangas n consigo comentar no teu blog! És cá um jeitoso! Passaste-te para o lado dos blogguers e deu nisto!

Arthur disse...

Marta eu ainda não me converti

ainda

por enquanto ainda me sinto o Judeu a trabalhar no partido Nazi

freemind disse...

Espero que te divirtas... e queres uma dica? Leva qualquer coisa para comer ou come antes... que se for como na semana passada... vais ter uma noite de dieta ou uma seca nas filas...

Schmeichel disse...

Pois é! Um dos motivos que me afastou do Rock In Rio foi também o brasileirismo do certame. E o cartaz, em que nada tem a ver com nada. Parece que querem simplesmente agarrar numa carrada de nomes para encher o olho, sem qualquer tipo de critério. Cheira a chico-espertice à brasileira.

O SBSR pelo menos é temático. Ou se gosta de (quase) todas as bandas ou não se gosta (quase) de nenhuma.

Mesmo assim, divertam-se pá!!!

ps: Quem for amanhã não perca os 2 Many DJs/Soulwax. Esses tipos proporcionaram há 3 anos na tenda electrónica do SW a maior festa de dança que já vi.

LoiS disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
LoiS disse...

Schm:

Concertos há os que nos tocam na alma, como os DEPECHE que vão lá bem ao fundo! Gritei e fiquei rouco ao som do mais recente show dado por eles no Atlãntico.

Outros há, em que o efeito cénico nos enche deveras, e aí, por muitos anos que viva, dificilmente existirá um grupo em palco como os RAMMSTEIN!

Festivais de empreitada parecem-me muito...a despachar...n sei...do estilo, sai que vem aí já outro!

marta disse...

Não é bem assim! O Rock in Rio tem um ambiente fantástico e prima pela excelente organização, pela segurança, pelo espaço! E quem já lá foi sabe do que falo. Está mto bom e o povo ao que parece tem adorado. É claro que não é a mesma coisa vêr um concerto só de um artista ou vê-los no Rock in Rio onde têm tempo de actuação limitados, à excepção ao que parece do Roger Waters, mas tb tens a oportunidade de vêr uma data de concertos e fazer outras actividades pelo preço de um! E n me parece q o cartaz seja assim tão incoerente!
Para mim concertos que ficaram no coração, entre muitos que já vi: U2, qq um dos 3 que vi em Alvalade, Dire Straits e Pink Floyd.

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

Blargh!!!! Não gosto nem um pouquinho! Mas gostos não se discutem, lamentam-se!!!! :)

marta disse...

Pedro, n se lamentam! Se todos gostassemos do mesmo, como é q logo caberíamos todos no Rock in Rio? :)))

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

Rock in Rio!? Só se for mesmo pelo conceito de marca porque esse nome já não tem qualquer tipo de nexo!
Vivam os sons urbano-depressivos de 80!!!!

marta disse...

Nisso estamos 100% de acordo! :))

Rita disse...

À conta disso, ontem eu estava aqui de "trombas"... :(

Queria tanto ver esses dois SENHORES!!!!

Maríita disse...

À laia de resposta e comentário, permito-me informá-los que os concertos foram excelente em estilos muito diferentes.

Carlos Santana apresentou as suas canções mais conhecidas com fantásticos solos de guitarra, mas também dos demais instrumentos presentes. Todos os músicos que acompanhavam Santana eram excepcionalmente bons. Destacaria um solo do baterista que foi, pura e simplesmente genial. A forma como Santana permitiu durante todo o espectaculo que os membros que integram a banda brilhassem com os seus solos, só veio confirmar que existem seres humanos que são superiores. Confesso que eu tive um momento único, que me foi dedicado, mas que a modéstia me impede de referir...mas foi um momento com o meu nome...

Roger Waters entrou em palco com um cenário fantástico, cantou algumas das mais emblemáticas músicas dos Pink Floyd, entre elas o "Wish you were here" que fez algumas pessoas lacrimejarem...não foi?Hum, pois, adiante. Depois apresentou uma série de músicas do seu novo album, e amigos, aquilo foi tipo murro no estômago, muito interventivo, contra o que ele teme seja uma guerra de civilizações, contra George W. Bush e as guerras intermináveis, contra a pobreza. Fechou esta parte do concerto, foi para 15 minutos de intervalo e reapareceu num palco totalmente à "Dark Side of the Moon", acabou o espectáculo com o "confortably Numb" que eu adoro! A melhor expressão para descrever o concerto é "Foi um orgasmo musical!"

marta disse...

Foi um orgasmo multiplo Marie! :)))
Foi excepcional! Roger Waters encerrou o concerto no seu melhor!
Santana surpreendeu-me muito pela positiva. Nunca o tinha ouvido ao vivo! Fantástico! Facto que achei curioso, foi todos eles,parecerem emocionados perante tão grandiosa plateia! ! De facto, somos o melhor publico do mundo! Pobres, mas grandes de espírito! :))
E amanhã há mais..Sting! :) Weeeeeeeeeeee!!!!!!!!