domingo, maio 28, 2006

Ouvido, porque contado ninguém acredita...

Momento 1:
Conversa entre uma rapariga e um rapaz em que a rapariga desfia os rapazes com que já curtiu e/ ou namorou, numa lista interminável, de repente pára, olha para o intelocutor com um sorriso timido e diz:
"Já provei todos estes, mas ainda não te provei a ti";
Resposta dele:
"Não sou um gelado que se prova, ou se come ou não se tira da montra"
Momento 2:
Alguém diz:
"Ela gosta de ter o Manel à mão, não o quer para namorado, mas gosta de saber que ele está lá"
Resposta do rapaz com quem ela falava: "Tipo aquele penso higiénico que anda sempre na vossa carteira, com aspecto amarrotado e um bocadinho sujo, mas que em caso de necessidade é mesmo esse".
E com estas pérolas de sabedoria vou indo...

5 comentários:

Rita disse...

:))) A imagem do penso é terrivel!

Maríita disse...

Podes crer, mas às vezes acho que os homens podem ser mataforicamente mais cruéis que as mulheres...

ogajodosavioes disse...

querida maria,

isso num certo ponto de vista. creio que tem muito a ver com o espirito de cada um. ha sempre um homem ou mulher que conservou aquela crueldade que todos temos na nossa infancia.

pessoalmente acho que nao o sou, ainda que tenha momentos de grande crueldade no que as vezes digo. enfim...

beijinhos

freemind disse...

Em tempos dizia-se mal da linguagem masculina... hoje começo a achar que a feminina consegue ser pior... o que neles criticaram, hoje deles adoptaram.

Eva Shanti disse...

LOLOL!!!

Adorei estas pérolas de sabedoria!

Bjs