quarta-feira, março 07, 2007

A importância do banho



Hoje queria escrever sobre os diferentes tipo de banhos e a sua importância na vida das mulheres. Já vejo uns narizes masculinos torcidos, mas este post insere-se na necessidade de fazer com que algumas senhoras abram a pestana e descubram as tipologias e o prazer encerrado num bom banho de imersão. Não quero de forma alguma menosprezar o duche, mas às vezes temos que nos auto-oferecer pequenos prazeres que o banho de imersão contempla muito melhor.

Existem vários tipos de banhos de imersão, comecemos pelos dois tipos mais habituais:

1 - A banheira cheia de água tépida, entrar lá para dentro e demorar todo o tempo do mundo a submergir e emergir, este banho pode demorar mais de uma hora se for esse o caso e é conveniente de vez em quando retemperar a água que a hipotermia não ajuda à relaxação, só À rigidez. O estado de espiríto para este banho já deve conter elementos de tranquilidade.

2 - O banho a escaldar, dificuldade em entrar, vontade de sair, um banho muito mais vigoroso já que a própria pela se sente retesada pelo choque térmico. Este banho, por motivos de cozedura do utente, não deve ser muito longo no entanto, poderá ser repetido o número de vezes que o corpo o pedir.

Em ambos casos, a sensação de bem-estar é muito elevada e com um bom bocado de creme hidratante, consegue-se um resultado em tudo identico ao de uma massagem.

Depois a estes banhos podemos acrescentar outros elementos, sais de banho que são óptimos para a maravilhosa espuma branca (dá um toque de pureza ao banho), óleos de aromoterapia que são maravilhosos para a pele e claro, para quem goste, brinquedos. Neste último caso, gostaria de salvaguardar que os patinhos e peixinhos são aceitáveis sempre e quando não tiverem baterias, já que como toda a gente sabe, a água propaga a electricidade e se estamos a falar de relaxação, um choque eléctrico seria algo inadmissível.

Boas banhocas!

Disclaimer: Este post não tem receitas milagrosas para relaxar; este post não se preocupou minimamente com questões ecológicas nem de poupança.


15 comentários:

Anne Marie disse...

Ora bem, um bom banho faz milagres! Concordo contigo!
Só gosto dos primeiros porque nos segundos a tensão baixa e a probabilidade de existirem nadadores salvadores em cada casa-de-banho portuguesa é minima e na minha é mesmo zero. Tenho medo de morrer afogada em prazer, se bem que esta seria uma bela morte.
Por outro lado, também receio que as minhas veias rebentem com excesso de calor e eu morra por implosão...
Quanto aos brinquedos, a minha educação rígida e moralista nunca me ofereceu essas potencialidades, se bem que a fase de descoberta em que me encontro possa permitir todas as aventuras possíveis...
Outra ideia lúdica para acrescentar aos teus banhos é utilização de estalidos na água, que nos fazem estremecer e ter tremeliques. São para maiores de 3 anos, podem roubar aos sobrinhos ou filhos... é interessnte e o que muda é o significado da coisa... tipo, dá para brincar aos cowboys... (ah, mas esses não tomavam muitos banhos, pois não?)
Beijos!

marta disse...

Eu acrescentaria ainda um bom incenso, umas quantas velas espalhadas pela casa de banho e uma boa garrafa de vinho! Perfeito! :)
bejufa querida

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Subescrevo.

Eu não dispenso uma ou duas vezes pos emana um desse maravilhosos e relaxanets banhos.

Capitão-Mor disse...

Há séculos que eu não faço ideia do que é um banho de imersão. E como eu gosto disso! :)
Aqui nos trópicos, só duche mesmo e de água fria!!!

Tongzhi disse...

Eu adoro bano de imersão. Quando chego a casa muito cansado, "rodo" para a casa de banho a pôr o "banho a correr" :) Uso sais e vou sempre acompanhado de uma bebida :)

Carapaus com Chantilly disse...

"A importância do banho" aguardo ansiosamente pelo dia em que a maioria das pessoas que todos os dias me acompanham no metro e no autocarro se apercebam que não é apenas uma frase...

CaCo disse...

Eu sou como a Marta, velinhas e vinho... hum...

Carapaus com chantilly, percebo-te. LOL

Blondie disse...

Ai que agora até me deu vontade de ir a correr tomar banho!! Eu adoro tomar banho de água quase a escaldar, excepto no Verão, claro!!
Adoro o cheirinho do gel de banho :D
Beijinhos

Paula disse...

E velas... adoro!!!

Acho que é mesmo isso que eu preciso!!

Sofia disse...

Sou adepta ao banho de imersão e até coloquei uma banheira de hidromassagem aqui em casa. Nada melhor para relaxar ... aquela espuma é tudo de bom !!
Pena que eu, pobre mortal, só consiga usufruir desses mimos no final de semana :(
Abraços,

António Rosa disse...

Depois de ter terminado com o "Postaias da Novalis" a 5 de Fevereiro, para me dedicar mais à astrologia, tenho aproveitado este tempo para desenvolver mais os conceitos evolutivos dos signos do zodíaco, como base elementar desta nossa reencarnação.

Aqui fica o convite para conhecer melhor o signo onde está o seu sol de nascimento, assim como o dos seus familiares e amigos.

Copie-os para o word, para melhor poder reflectir sobre o signo mais importante do seu zodíaco.

Agradeço comentários no sentido de melhorar os textos, aprofundando-os.

Um abraço,

António Rosa

Ana disse...

Pois a esse banho eu acrescentaria apenas uma boa companhia...

Beijocas,

Anokas

leao_xxi disse...

Nada como um baninho quentinho e acompanhado...

Luís Graça disse...

Os banhos de espuma são dos grandes prazeres da vida. Sou grande adepto. Agora não faço mais porque faço bastante jacuzzi no Holmes Place.

Espumas de banho favoritas: Quartz (Mollineaux), Verte (Puig, já extinta), Lavanda (Puig), Chá Verde (L'Occitane).
O Magno também é bom. Para brincadeiras sexuais recomenda-se o Badedas Sport (se não é o sport é o outro), porque tem menta, que é um excitante, proporcionando a sensação de um exército de formigas a dançar o Rock around the clock nas nossas partes mais sensíveis. Mas sem os outros inconvenientes das formigas.

Os banhos de espuma acompanham-se com uma música suave. Momento Top: banho de espuma à sexta à noite, com "Everytime you go away" dos Simply Red.

Estamos no ano de 1984. Toda a Gália está ocupada. Toda? Não. Um universitário de Direito resiste ainda e sempre ao seu insucesso na cadeira de Teoria Geral de Direito Civil, última aula de sexta-feira.

Chega a casa, bebe três shots de vodka (Eristoff), mete o equipamento e vai correr para a Alameda. À suave sensação de embriaguez a galopar pelo espírito junta-se o prazer da corrida.

No regresso a casa, fazer a barba, tomar um banho de espuma, comer um bom jantar e partir para mais uma noite de copos com os amigos e frustrações da Romântica Sexual Amorosa.

Segunda-feira lá estávamos na Faculdade: fartos do curso, o coração a bater pelas miúdas giras, os professores a baterem-nos no coração e as miúdas giras a fazer bater o coração dos professores.

E não havia banhos de espuma! Só grandes banhos que eu levava nas orais a que não faltava, a ver a figura que teria feito nas orais a que faltei.

Luís Graça disse...

Caro Leão XXI: eu também sou do Sporting e o que não nos tem faltado é banhos. Olhe, já no domingo temos mais um marcado, com o Benfica. Pelas 16 horas, pavilhão do Casal Vistoso: Sporting--Benfica em andebol. Se o Sporting ganhar vou a pé até à Igreja de Fátima (são dez minutos da minha casa à Igreja de Fátima).
Para carpir mágoas e fazer a catarse aconselho vivamente o blog do escritor António Manuel Venda. É entrar no www.gandaordinarice.blogspot.com e procurar o link Floresta do Sul.