terça-feira, agosto 22, 2006

Das coisas que me acontecem...

Ontem tive um jantar com umas "primas" tão afastadas que chamar-lhes isto é um insulto, que só tinha visto uma vez, creio poder afirmar sem exagero, a última.
Naquelas situações normais em que não se conhecem as pessoas, as pessoas falam de trivialidades, a pouco e pouco começam a falar de temas mais delicados como sejam a política e o futebol, e com o tempo começam a falar como seres humanos normais, de tudo e mais alguma coisa.
Pois estas santas alminhas não conseguiram fazer isto, não meus amigos, estiveram o tempo que durou o jantar a massacrar-me com os produtos que vendem. Agora, o que vocês não sabem é que um dos produtos que me tentaram impingir, já eu conhecia de outras paragens, ah pois é, em Itália tinha "gramado" com uma hora de discurso sobre as propreidades milagrosas daquele produto.
Assim, após o que se revelou ser a pior "enrabadela" verbal dos últimos meses, recolhi a casa feliz e contente e a desejar distância da família, próxima ou afastada.

16 comentários:

DIV de divertida disse...

podias ter proposto negócio familiar!!!!!
lol

ogajodosavioes disse...

uma joint venture!
lol

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

Deixa-se adivinhar...HERBALIFE???? :)

Carapaus com Chantilly disse...

herbalife RULES! Aumente os seus rendimentos sem sair de casa..já tou farto dessa gente! desses e dos vendedores de soft cialis que teimam em me chatear por mail

Maríita disse...

Div,
Deus me livre! Eu não fiz mal a ninguém!

Gajo,
Estás de broma, verdad?!

Pedro,
Para Vossa Senhoria um dos grandes prémios da noite...até recebi um mail para participar numa formação on-line...como se tornar um milionário. Queres? Eu mando-te por mail!

Carapaus,
Concordo com tudo, e para além do soft cialis, viagra e afins, ainda recebo uns mails duns tipos amorosos:
"Dear friend,
I am the son of the late Mr. Khumliana of Kenia..." e depois, eles contam-nos a história milagrosa de como necessitam da nossa ajuda...

SOL disse...

... tás a ver? tu não fazes as coisas como eu te digo...
olha, punhas-te logo a fazer perguntas estranhas, barulhos esquisitos e começavas a revolver a carteira furiosamente, para depois finalizares dizendo que estavas à procura do lítio...

;o)

Arthur disse...

heheheh Marie que divertido, como não te lembras em que grau as primas são, podes sempre simplesmente chamar-lhes parentes,

curti a expressão da 'enrabadela' verbal llllooolllll

Arthur disse...

afinal qual era o produto?

ogajodosavioes disse...

que pregunta! :-D

yo hablando de una 'roint bentur' solo podria ser una broma!

LoiS disse...

Já apanhei secas dessas, de nogócios em pirãmide como referiam...onde se prometia que cada vez se ganharia mais dinheiro e mais...e mais.

Isto para não falar nos inícios do "time sharing" e das propostas milagrosas de férias eternas em resorts de luxo !

Maríita disse...

Artur,
Eu sei qual é o grau, quero é esquecer!

Lois,
O problema é que a julgar pela figura dela, o tornar-se milionário não é imediato...

Salta Pocinhas disse...

Johnny,
pensava que a julgar pela figura dela o efeito nao era imediato ;)

Lígia disse...

fonix!
gabo-te a paciencia :)

Sofia disse...

Eu tenho uma estratégia para esses casos. Digo logo, "Ohh, essa proposta chegou em boa hora, estou na mais absoluta falta de dinheiro. A propósito, vocês poderiam me emprestar uns 2 mil reais para eu pagar o agiota???"
Isso assusta e eles não voltam nunca mais ...
Abraços,

Issima disse...

E mandá-las à merda em eslovaco, não?? Isso é que era..: : ))

Eva Shanti disse...

Consolação: toda a gente passa por isso, por levar uma ensaboadela com as propriedades milagrosas do produto H.

De vez em quando acontece...

Já passou!

Bjs