sexta-feira, dezembro 09, 2005

Dúvida

E quando por dentro temos tudo em carne viva, o que fazer?

7 comentários:

Andorinha disse...

Bebe alcool! Sempre ouvi dizer que o que arde ... cura...got it my friend? ;)

Maríita disse...

Posso sempre contar contigo, né?

b r a z i n h a disse...

Deixa.... há quem goste de carne mal passada :)

Andorinha disse...

Maria, estou a ficar preocupada... os pensamentos do Brazinha andam tremendamente profundos! E tou a falar sério! Dá-lhe querido, é assim que gostamos de ti! ;)

Qto ao contar comigo: SEMPRE! Principalmente pra garrafas de Alvarinho BEM geladas e a solas, em conversa de pé de orelha até doer a lingua e os ouvidos!

PS: Brazinha e Maria, se fazem algum reparo a este doer de lingua e ouvidos: RIFO-VOS!!Beijos

b r a z i n h a disse...

Alvarinho???? Chamaste??? pensamentos profundos?? Eu só tenho pensamentos profundos quendo tenho que ir buscar o carro ao piso -6 aqui!!

Quanto ao doer a lingua e os ouvidos, hummmm... comento? não comento? Ser rifado pela Andorinha é tentador... mas vou remeter-me ao silêncio :)

freemind disse...

Realmente andorinha... O Brazinha, pensamentos profundos??? Não podemos estar a falar da mesma pessoa, de facto!!

Maríita disse...

Tens razão um Alvarinho à temperatura Valladolid, e uns dedos de conversa (recuso-me a dizer "até doer a língua e os ouvidos")vinha mesmo a calhar.

Brazinha, obrigada!

P.S. - As tuas metáforas são muito interessantes, mas não vou comentar nada antes que me rifes...
e com a sorte com que ando é provável que ninguém queira comprar as rifas...